Lançamento Kawasaki 2018!
Lançamento Kawasaki 2018!
Exclusivo para usuários registrados!
Camisetas e Adesivos Exclusivos!
Keep calm and keep in touch!
Clique e venha participar!
Entre para a maior comunidade Kawasaki Ninja da América Latina.

Informativo

Colapso
Nenhum Informativo ainda.

BMW realiza Mega Recall no Brasil

Colapso
X
  • Filtro
  • Data
  • Mostrar
Limpar tudo
novos posts

  • BMW realiza Mega Recall no Brasil









    A subsidiária brasileira da BMW Motorrad divulgou nesta quinta-feira, um recall de grandes proporçõesenvolvendo as linhas F, G, K e R. A campanha envolve apenas modelos descontinuados da marca bávara, que foram produzidos desde 1996 até 2008 e os motivos são variados. Para as F 650 GS e F 650 CS, fabricadas entre 2000 e 2002, por exemplo, há riscos de perda de eficiência de frenagem na roda traseira, desligamento repentino do motor e vazamento de combustível na região da bomba de combustível. Os reparos incluem a instalação de clipe de reforço na balança traseira, substituição do diodo do relé principal e reparo do flange da bomba de combustível.

    Os modelos F 650 GS e F 650 GS DAKAR, fabricados em 2006, estão sendo convocados para substituição da parte inferior do quadro. O risco envolvido é de queda repentina do veículo enquanto o veículo permanece estacionado ou no momento em que o piloto e garupa montarem no veículo. Já os modelos F 800 S, F 800 GS e F 650 GS, fabricados entre 2006 e 2008, estão sendo chamados devido a riscos de bloqueio da roda traseira, possível perda repentina da força motriz e instabilidade direcional. Os reparos incluem correção na rota do tubo de respiro do tanque de combustível; substituição dos elementos de fixação da coroa traseira; verificação e, se necessário, substituição do eixo da roda dianteira.







    Na linha G, as motocicletas G 650 Xchallenge, G 650 Xmoto e G 650 Xcountry, fabricadas entre 2006 e 2008, são convocadas para substituição da mangueira de saída da bomba de combustível; substituição do espaçador da corrente de transmissão final e da pala do amortecedor traseiro (apenas modelo Xchallenge); verificação e, se necessário, reparo do cubo da roda traseira. Os riscos envolvem o bloqueio da roda traseira, vazamento de combustível e travamento do amortecedor traseiro.







    Para a linha K, o recall vale para as motocicletas K 1200 RS, K 1200 S e K 1200 R, fabricadas entre 1997 e 2006. Segundo a BMW, há riscos associados à perda de controle do veículo e redução na eficiência de frenagem dianteira. Os reparos necessários incluem a verificação e, se necessário, substituição da bomba de óleo; verificação e eventual correção do torque dos parafusos de ajuste dos manetes de freio e embreagem; substituição do parafuso banjo e dos discos de freio dianteiros.

    A linha R, com seus famosos motores boxer de dois cilindros opostos, é a que mais tem modelos atingidos pelo recall. A, fabricadas entre 1996 e 1998, devem ser encaminhados a uma concessionária R 1100 R e R 1100 S autorizada para verificação e, se necessário, substituição ou correção dos seguintes componentes e sistemas: chicote do canhão de ignição e chicote elétrico; amortecedor dianteiro; junta esférica no pedal do freio traseiro; conjunto do distribuidor de combustível. Os riscos estão associados com o desligamento repentino do motor, perda de controle do veículo, falha no acionamento do sistema de freio traseiro e vazamento de combustível, respectivamente.







    Os exemplares da custom R 1200 C, fabricados entre 1997 e 2000, devem ser avaliados para substituir as chapas de apoio e fixação do banco do passageiro; refazer a rosca e substituir os elementos de fixação da mesa superior; verificar e, se necessário, corrigir o torque dos parafusos de ajuste dos manetes de freio e embreagem. O risco decorrente da falta desses reparos é a perda de controle do veículo.

    Os modelos R 1150 GS, R 1150 GS Adventure, R 1150 RT e R 1150 Rockster, fabricados entre 1999 e 2003, participam do recall para instalação do coxim e, se necessário, substituição da tubulação do fluído de freio dianteiro; instalação de disco distanciador e, se necessário, substituição da roda fônica e sensor do ABS; substituição do flexível de freio da roda traseira; correção da rota dos cabos do sistema de ignição. Os riscos estão associados com a redução na eficiência de frenagem dianteira ou traseira e desligamento repentino do motor.







    A lista de reparos também é extensa para R 1200 GS e RT, fabricadas entre 2004 e 2005. As motos precisam ser levadas às concessionárias para: verificar e, se necessário, substituir a junta da bomba de combustível; instalar as coberturas das polias do cabo do acelerador; verificar e, se necessário, substituir o parafuso banjo no flexível de freio dianteiro; corrigir a rota do chicote do sensor do ABS dianteiro. Os riscos estão associados com o desligamento repentino do motor, perda do controle do veículo e redução na eficiência de frenagem dianteira.

    As exóticas HP2 Enduro, produzidas em 2005 e 2006, também estão na lista. Nelas, é preciso substituir os anéis de vedação e espaçamento do sensor do ABS da roda traseira e substituir o parafuso dianteiro de fixação do paralever. Os riscos estão associados com a possível derrapagem da roda traseira.







    E, por fim, os modelos R 1200 GS e R 1200 GS Adventure, fabricados em 2008, são convocados para substituição do módulo do ABS. Os riscos estão associados com a redução na eficiência de frenagem.

    A BMW afirma que os reparos podem ser agendados nas concessionárias imediatamente e dúvidas podem ser sanadas Serviço de Atendimento ao Cliente BMW, exclusivo para recall, 0800 019 7097, que atende de 2ª a 6ª feira, das 8 às 19 horas. Para consultar se o chassi da sua moto participa da lista – que você vê aqui abaixo – verifique no site da marca,
    clicando aqui.







    Fotos: BMW

Aguarde...
X