Lançamento Kawasaki 2018!
Lançamento Kawasaki 2018!
Exclusivo para usuários registrados!
Camisetas e Adesivos Exclusivos!
Keep calm and keep in touch!
Clique e venha participar!
Entre para a maior comunidade Kawasaki Ninja da América Latina.

Informativo

Colapso
Nenhum Informativo ainda.

Seguro da moto feito pela Internet em 5 minutos, pelo menor preço, sem necessidade de

Colapso
X
  • Filtro
  • Data
  • Mostrar
Limpar tudo
novos posts

  • Seguro da moto feito pela Internet em 5 minutos, pelo menor preço, sem necessidade de

    Na Europa é assim que funciona…

    seguroonlinechamada.jpg

    Diferente do Brasil, onde para se fazer um seguro é necessário entrar em contato com uma seguradora ou corretora, fornecer diversas informações, aguardar a cotação, comparar os preços com outras empresas e após fechar o negócio, ter que esperar fazer a vistoria do veículo para tê-lo segurado, na Europa o processo é feito em poucos minutos, sem burocracia, tudo online!

    Basta acessar um site de seguro (existem vários que prestam esse tipo de serviço), preencher um formulário e clicar num botão, ai em segundos, aparece o preço e as principais características do seguro de diversas empresas. Você escolha o que desejar, por exemplo, o mais barato, clica em “comprar”, realiza o pagamento com cartão de crédito e pronto, seu veículo, carro ou moto está segurado. Não existe a vistoria.

    A priori a empresa seguradora confia em todas as informações que você passou ao preencher o formulário, como por exemplo, caso tenha informado que só usa a moto para viajar, que a mesma fica estacionada em garagem fechada, que você utiliza determinado alarme, que não recebeu multas por um determinado período informado, etc. Caso seu veículo seja roubado ou sofra um acidente, ai sim, a seguradora pode vir a checar as informações que você forneceu no momento da contratação do seguro.

    Bacana, não é mesmo? Agora imagina se fosse assim no Brasil... será que daria certo?

    Outra diferença que temos na Europa, é que é obrigatório ter seguro de qualquer veículo motorizado, não é opcional. Para retirar o veículo de uma loja/concessionária ou junto ao seu ex-proprietário, é necessário fazer o seguro, mas, como comentamos nesse texto, para fazê-lo, online, leva-se em torno de 5 minutos.

    Os seguros feitos no velho continente, em qualquer um dos países membros da comunidade europeia, são também válidos em todos esses países, isto é, se você faz um seguro da moto na França, por exemplo, é válido nos demais países membros da UE, como Alemanha, Itália, Espanha, etc.

    Quanto ao motociclista brasileiro que está pensando em viajar de moto pela Europa, não precisa se preocupar com a questão do seguro, visto que alugando uma moto ou participando de um tour guiado, o seguro será providenciado pela empresa responsável. Já se você tem a idéia de levar sua própria moto do Brasil para a Europa, ai sim, será preciso de fazer um seguro específico.

    Fonte : Policarpo.

  • #2
    Pra vc ver a diferença.. a educação é tudo mesmo!

    Comente


    • #3
      Nem é questão de Educação, é de inteligência. Qtos sinistros ocorrem? Poucos pelas contratações. Colocando no contrato que as informações serão confirmadas num eventual caso de sinistro, fica tudo resolvido. Sem contar que o custo de contratação irá diminuir devido à economia com esse procedimento de vistoria (que não é barato).
      Que tal uma "corrente do bem" na estrada?
      • Agradeça quem te dá passagem
      • Evite buzinar à toa
      • Não xingue quem te atrapalha (pode ser pior...)
      • Você pode cruzar de novo com o motorista que você agradeceu e quanto mais amigos, melhor.

      Comente


      • #4
        Educação em geral.. é um povo muito mais educado que o nosso. Essas coisas não funcionam no huehuebr pq brasileiros só querem tirar proveito independente se é as custas de outras pessoas.
        Mas realmente, se as equipes forense conseguem identificar que houve um dado inputado incorretamente é o melhor tanto pros usuários como pras seguradoras.

        Comente


        • #5
          É tudo muito lindo na matéria do tal de Policarco, não é mesmo ? SQN !

          A pegada é outra !!!


          Então vejamos as diferenças para o Brasil :


          1 - Não é necessário a vistoria do veículo pelo motivo número 3.

          2 - É obrigatório pelo motivo número 3 e 6.

          3 - O seguro da matéria que o tal Policarpo deixou de mencionar é o que conhecemos aqui como Seguro de Terceiros Pessoais (equivalente ao DPVAT).

          4 - Esse seguro não cobre o carro que você está usando e nem o carro em você bate. E le pode ser feito por dias ou por trajeto pré-estabelecido.

          5 - A cobertura dele é de 1 milhão de euros. Se o nosso DPVAT cobre apenas R$ 13.000,00, então imagina o preçinho camarada deste seguro.

          6 - Ele existe pois tem muito europeu (mais do que se imagina) que age da mesma forma "responsável" que muito brasileiro e sai pela Comunidade Européia fazendo merda de tudo quanto é tipo e não tem como pagar a conta.

          7 - Quando o cara sai de seu país natal para outro da Comunidade, passa a ser obrigatório, também, a cobertura de Danos Materiais que cobre até 300.000 euros, o que encarece mais ainda, principalmente, em função da idade do veículo, a conduta do motorista registrada no Dpto. de Trânsito (motivo de muitas negativas para realização de seguro) e exige vistoria do veículo.

          8 - Este seguro quando cobre Danos Pessoais e Danos Corporais, cobre as responsabilidades em relação a terceiros, mas não cobre os prejuízos no seu carro e muito menos roubo do mesmo.


          Dito isso, me ocorre aquele ditado antigo : "A grama do vizinho é mais verde". SQN !!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          Na Europa, o índice de acidentes é menor que aqui, pois a fiscalização é mais rígida e as penalidades mais fortes (e são aplicadas). O número de roubos é menor, mas tem bastante. Outro fator, é que o índice de fraude não é muito diferente do praticado no Brasil (cerca de 20%)e está embutido nos preços também.

          Se o Policarpo fosse corretor, não teria escrito um texto como o acima, extremamento incompleto e parcial.

          Compre pão na padaria. Compre carne no açougue. Não vá a delegacia ou perante um juiz sem um advogado. Não compre seguro sem um corretor.

          Simples assim !!! De outra forma, amanhã eu estaria como diretor de TI sem conhecer nada do ramo e vocês estariam servindo meu cafézinho com vários diplomas de Tecnologia da Informação no bolso e ganhando umas migalhas. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          Cada macaco no seu galho.

          Valorize sua profissão, mas não desmereçam a dos outros por conta de economia. Cotar é saudável, não levar em conta capacitação, idoneidade e saúde financeira das empresas é coisa para tolos.

          Golpes existem no mundo inteiro, vejam o caso do mercado imobiliário americano. Afetou todo o mundo, as Bolsas, as economias globais, pessoas ficaram sem teto e sem poupança e nenhum banqueiro foi preso.


          Como eu costumo dizer, estamos vivendo a era das Especialidades/Especialistas. E fora da especialidade de cada um, e salvo raríssimas exceções, o indivíduo não consegue fazer um "O" utilizando um copo. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
          Última edição por Bruce; 14-03-2017, 10:08:01.

          Comente


          • #6
            Para corroborar o meu post anterior, peço a quem viajou recentemente para a Europa e EUA informar o quanto pagou por uma apólice obrigatória de Atendimento Médico/Hospitalar para estrangeiro para passar alguns míseros dias no Exterior.

            Sem uma apólice, você não desembarca no aeroporto no exterior.

            Comente


            • #7
              Outra coisa importante de se salientar é que quem tem responsabilidade civil são as pessoas e não os veículos. Portanto, na Comunidade Européia uma apólice de Terceiros é para o condutor, independente do veículo, desde que esteja devidamente habilitado para aquela categoria.

              Aqui no Brasil, você tem que ter DPVAT e Seguro de Terceiros para cada veículo seu, uma piada.

              Comente


              • #8
                Em muitos países da Europa, as pessoas usam câmeras no carros e não é para filmar os rolês. É para provar a seguradora que não teve culpa no acidente e assim não ficar sem apólice quando for renovar o seguro. Portanto, esta história que acidentes são ocasionais é balela. kkkkkkkkkkkkkkkk

                Comente


                • #9
                  Se só é o equivalente ao DPVAT nem precisaria de muitos dados mesmo.
                  A Russia eu vejo várias matérias sobre as fraudes, mas em outros países tbm têm bastante fraudes, @Bruce:?

                  Comente


                  • #10
                    Originalmente postado por claytoncosta Ver postagem
                    Se só é o equivalente ao DPVAT nem precisaria de muitos dados mesmo.
                    A Russia eu vejo várias matérias sobre as fraudes, mas em outros países tbm têm bastante fraudes, @Bruce?
                    Eu sou português, então eu conheço bem a turma das Europa. Os EUA nem precisa falar, eles posam de bonitos, mas são todos Trump ou Holmer. São tão cultos que acham que Buenos Aires é nossa capital. kkkkkkkkkk

                    A fraude e a necessidade de ser dar bem é nata do ser humano desde os primórdios.

                    Quem tem Síndrome de Tupiniquim está comprando um modelo incorporado pelos colonizadores na nossa cultura. Ninguém vale nada, em parte alguma do mundo, salvo raras exceções.


                    A fraude come solta no mundo todo. Não bastam leis, tem que se aplicar as penalidades. E onde as leis funcionam e as penalidades são aplicadas, o índice diminui um pouco, mas não muito.

                    Fica valendo aquela máxima universal, "Comigo não vai acontecer ou ninguém vai me pegar porque eu não sou otário, eu sou malandro". kkkkkkkkkk

                    É por isso que tem muito estrangeiro vindo para a América do Sul e Central passar férias e soltar as bruxas.

                    Quando você é torto, fica muito difícil viver sob a espada de um Governo que oprime os seus desejos escusos e mais básicos, então, a saída é bagunçar na casa dos outros".

                    Analise comigo, esses gringos tão evoluídos, tão cultos, continuam fazendo guerras hoje em dia, como fazem à seculos, inclusive inventando desculpas para invadir os países dos outros, vender armas no mercado negro, influenciar governos.

                    Aí eu te pergunto: Quem são os civilizados, eles ou nós ?

                    Não se esqueça que eu sou estrangeiro. Não tenho o porque puxar a sardinha pra brasileiro. kkkkkkkkkkkkkkkkkk

                    Comente


                    • #11
                      Na Espanha, a crise imobiliária fez muitas pessoas perderem suas casas e cometerem suicídio, pois não conseguiam lidar com a adversidade.

                      No Brasil, o cara perde a casa, invade um terreno ou uma casa, faz vários gatos, começa a construir e no domingo seguinte está no sambódromo ou no estádio.

                      Qual dos dois é o evoluído, o primeiro mundo ??? kkkkkkkkkkkkkkkk

                      Comente


                      • #12
                        Não sei qual é mais evoluído, mas o menos errado é o cara que suicida pois não rouba a propriedade de outra pessoa kkk

                        Comente


                        • #13
                          Originalmente postado por claytoncosta Ver postagem
                          Não sei qual é mais evoluído, mas o menos errado é o cara que suicida pois não rouba a propriedade de outra pessoa kkk
                          O Sistema Financeiro Internacional com certeza não é evoluído e nem correto. kkkkkkkkkkkkkk

                          Pois é ! Se ele fosse evoluído não se mataria, muito pelo contrário, cobraria a conta da sua hipoteca e a perda de emprego no sistema financeiro americano, este sim que fez a palhaçada, não arcou com os prejuízos, não sofreu penalidades e ainda lhe criou o problema que atravessou o Atlântico, como o Crash de 1.929.

                          Aliás, o mesmo que ocorreu aqui anos depois. Não se iluda que a roubalheira do PT fez isso. Essa pilhagem sistemática promovida pelo sistema financeiro, construtoras e políticos vem dos anos 50, tempo em que o Niemeyer era jovem ainda e a Petrobrás foi criada. kkkkkkkkkkkkkkk

                          O que nos afundou foram os reflexos de um mundo globalizado batendo a nossa porta. E detalhe, nos afundou financeiramente, pois economicamente ainda somos fortes. O dinheiro só voltou as trocar de mãos e retornou para onde tinha saído, as elites.

                          Quem diria que a Espanha dos final dos anos 90, economia pujante da Europa e que passou ao largo de várias quedas das Bolsas internacionais sem se abalar pois tinha uma poupança interna forte, 10 anos depois passaria pelo que passou.
                          Última edição por Bruce; 14-03-2017, 13:12:10.

                          Comente


                          • #14
                            O que começou como um informativo acabou se tornando uma discussão muito interessante. E vejo que o Bruce manja dos paranauês de seguros. É corretor?


                            Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
                            Noburo - Ninjet 2.5R The White Devil
                            Vi veri veniversum vivus vici.

                            Comente


                            • #15
                              Originalmente postado por Noburo Ver postagem
                              ... É corretor?


                              Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
                              Sou e tenho uma Corretora a 30 anos, mas não vendo seguro no Fórum. Limito-me a orientar o pessoal, quando necessário ou solicitado.

                              Comente

                              Aguarde...
                              X